Expoarte e Expofoto

Notícias

Imagem

Atuação do Sindafep garante concessão de promoções aos auditores fiscais

Articulações entre Secretaria da Fazenda, Coordenação da Receita Estadual e Sindafep foram essenciais para concessão de promoções

Na segunda-feira (5), o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Jr., autorizou o pagamento de promoções e progressões a vários servidores do estado, entre eles, os auditores fiscais. O benefício contempla 35 auditores fiscais lotados na Receita Estadual e, em tempos de tanta incerteza e descrédito ao serviço público, é uma medida importante para a valorização da nossa carreira.

O diretor-geral da Secretaria de Estado da Fazenda, auditor fiscal Fernades do Santos, avalia que o Decreto é fruto do trabalho conjunto da Secretaria da Fazenda do Paraná, da Receita Estadual do Paraná e do Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita do Estado do Paraná (Sindafep). O processo de promoções estava pronto desde o início do ano, mas foi assinado somente agora, quando o governador optou por atender todas as categorias ao mesmo tempo.

“Depois de muitos anos de luta da classe, as promoções por um trabalho reconhecidamente excelente estão sendo concedidas tempestivamente.”
– Auditor Fiscal Fernades dos Santos, Diretor-Geral da CRE.

O diretor da Coordenação da Receita do Estado (CRE), Luiz Fernandes de Moraes Junior., também destaca a importância da assinatura do Decreto: “Ele traz o reconhecimento à esta carreira tão essencial ao serviço público e estimula os auditores fiscais a continuarem contribuindo com o desenvolvimento das atividades do Fisco Paranaense, como a arrecadação e o combate às práticas de sonegação”.

O presidente do Sindafep, Wanderci Polaquini, destacou a dificuldade em tratar desta questão no mesmo momento de grande embate com o Governo em relação à concessão do reajuste dos servidores estaduais do executivo e classifica as promoções aos auditores fiscais como especialmente importante neste momento em que encontramos grande resistência do Executivo no que se trata da negociação de um índice salarial, que nada mais é do que a reposição inflacionária dos últimos anos.

REPOSIÇÃO SALARIAL
Em junho, a Assembleia Geral Extraordinária Nº 2/2019, referente às reinvindicações e formas de mobilização sobre às reposições salariais não aplicadas pelo Governo do Estado do Paraná, ficou em aberto. Na época, não existia um posicionamento do governador Ratinho Júnior sobre o assunto e a nossa categoria decidiu por unanimidade que era melhor aguardar essa posição.

Na última sexta-feira (9), o governador encaminhou à Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) o substitutivo geral do projeto de lei sobre a data-base. Acordado com os representantes do funcionalismo para o fim da greve, o texto propõe reajuste de 5,08%, com a primeira parcela de 2% em janeiro de 2020. As outras duas, de 1,5% cada, serão implantadas em janeiro de 2021 e janeiro de 2022.

“A negociação não ficou a contento da nossa entidade, considerando o que já temos de atrasados (17%), mais o que iremos acumular até 2022. Acreditamos que deveria ter sido estudada a possibilidade de fazer um acordo com o governo com um gatilho vinculado ao crescimento da arrecadação”, aponta o presidente do Sindafep, Wanderci Polaquini.

Comentários

  • Sirlene R.H.Cioffi

    15 de outubro de 2019 - Curitiba

    Gostei da notícia, bem interessante!
    Ficamos por dentro dos assuntos e do que está acontecendo!
    Obrigada
  • Leonardo Pogogelski

    15 de outubro de 2019 - União da Vitória Pr

    As promoções são justas e de direito do servidor público, valeu o esforço das entidades, quanto ao governador do Estado do Paraná, apelando sobre falta de caixa nas reposições salariais que hoje já passa de l7% Falta ao governo maior ação nos grandes devedores do ICMS, combate mais acirrado na sonegação fiscal cuja prática é abundante, punindo os sonegadores com ações radicais para desmotiva-los a tais atos e tenho certeza de que o governador do Paraná não precisará derramar as lágrimas de sua choradeira por falta de caixa. abraços .

Comente esta notícia

código captcha